Corvos M.C.

Sobre os Corvos
Descubra onde começou e os princípios adotados por nosso Moto Clube

Corvos MC: O Surgimento de uma Paixão

25 de novembro de 2013 por O Corvo
Comboio dos Corvos

foto por Jesus Art Corvo

Em meados de 1987,  amigos de diversos níveis sociais e culturais que se reuniam em bando para sentir o vento no rosto e o ronco do motor de suas motos, passeando pelas estradas desse Brasil a fora, meio que sem destino e sem paradeiro, simplesmente pelo fato de curtirem juntos, aquele momento único. Com o passar do tempo, começaram a ter a ideia de se organizarem para viagens, festas e outros tipos de comemorações, deixando assim de serem um bando e passando a ser um grupo forte e coeso com objetivos e determinações claras.

Mas só em Maio de 1993 na cidade de Aparecida do Norte em uma dessas viagens, é que oficialmente foi fundado o moto clube pelos seus idealizadores, nascendo assim o primeiro moto clube do lado oeste de São Paulo, mais precisamente na cidade de Osasco na grande São Paulo “CORVOS MOTO CLUBE DO BRASIL”, O nome Corvos veio da ideia de liberdade que um pássaro tem ao voar.

Nessa época diversos fatores contribuíam para o surgimento desses tipos de agremiações como, por exemplo, à vasta disseminação de marcas de motocicletas pelo mundo, a liberação da importação das mesmas, pelo então presidente em exercício Fernando Collor de Mello.

Uma característica muito forte nascida lá nos meados de 1987 foi o nosso estilo, tanto no visual como das motos e triciclos “exóticos”, em muitos dos casos fabricados até pelos próprios integrantes.

Assim os anos se passaram e os Corvos acabaram ficando conhecidos em todo Brasil e em alguns países também como USA, Argentina, Paraguai, Uruguai e Chile, sempre seguindo o conceito “Easy Rider” de companheirismo e liberdade em duas rodas, sem nunca deixar de lado a questão filantrópica de ajudar ao próximo. Com o intuito de simplesmente trocar idéias e experiências adquiridas, nascendo assim o nosso estilo de vida, amados por muitos e odiados por poucos.


Comente: